Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Joana

um mundo cheio de histórias para contar

Joana

um mundo cheio de histórias para contar

25
Out16

Happiness is Homemade

Joana Santos
Inspirados pelos vídeos dos Pequenos Monstros, eu e o Gui decidimos fazer uma lista de actividades diferentes, divertidas e desafiantes para ocupar os nossos dias. A ideia é fugir da rotina e experimentar algo diferente, algo que nunca tenhamos feito (ou, pelo menos, algo que nunca tenhamos feito juntos). Como também não somos adeptos de complicações, ficámo-nos pelas coisas básicas e simples: queremos poder fazer estas actividades em qualquer dia da semana, sem ter de esperar pelo sábado ou pelo domingo. Afinal de contas, a vida é para se aproveitar a qualquer hora.
Começámos a riscar os items da nossa lista ontem à noite. E até que não nos saímos nada mal! Ora, para começar, decidimos fazer um bolo. 





Eu sou um zero à esquerda na cozinha: não porque não saiba cozinhar, o problema é que eu nunca tentei aprender. Canso-me de olhar para o forno, aquela meia dúzia de botões parece-me um bicho de sete cabeças. Nunca acerto com a temperatura da água. O tempo da fervura é um dígito demasiado grande para a minha cabeça. E por aí em diante. O Gui sabe cozinhar. Aliás, até sabe fazer bolos. Pão. Mousse de chocolate. E mais uma data de outras coisas deliciosas. Apesar de ele tentar todos os dias ensinar-me a cozinhar, eu prefiro ficar-me pela tarefa de limpar a casa. Mas eu tento: eu juro que estou a tentar melhorar a minha vontade de aprender a cozinhar. Ontem, foi prova disso e foi tão divertido
Decidimos copiar uma receita muito fácil, tirada do site do Pingo Doce, de Bolo Mármore. Sim, foi só para matar as saudades de casa. Ao todo, contando com o tempo que o bolo esteve no forno, devemos ter demorado cerca de uma hora e meia em todo o processo. E, como gostámos tanto desta actividade, decidimos fazer não apenas um bolo mas DOIS BOLOS. Os meus colegas de trabalho agradeceram a decisão de fazer um segundo bolo. 
O resultado final foi um bolo bonito, fofinho e delicioso e, claro, uma cozinha destruída e duas pessoas muito felizes



Nunca pensei que fosse tão fácil fazer este bolo. E, sobretudo, nunca pensei que saísse tão bem. Afinal, nem sempre o que parece difícil realmente o é: às vezes é só mesmo preciso pôr mãos à obra e tentar



Com amor,
Joana

15 comentários

Comentar post

Pág. 1/2

Sigam-me

Mais sobre mim

foto do autor

INSTAGRAM

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.