Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Joana

um mundo cheio de histórias para contar

Joana

um mundo cheio de histórias para contar

14
Set17

NO PRATO | Ohana By Naz

Joana Santos

A aproximação à hora de almoço, deu-me vontade de vos contar tudo sobre aquele que é, para mim, o melhor buffet vegetariano de Lisboa. A combinação entre um espaço cheio de cor, uma recepção calorosa, como se todos nos conhecêssemos há anos, e a promessa de uma comida deliciosa faz do Ohana By Naz, no Parque das Nações, um ponto de passagem obrigatório para todos aqueles que não têm receio de se aventurarem por uma refeição sem produtos de origem animal.

 

ohanabynaz.JPG

 

À chegada, somos presenteados com um copo de água com limão, que promete preparar o estômago para uma boa digestão. Afinal de contas, a responsável pelo espaço, Anaisa Rashul, é health coach: aqui tudo é pensado para nos fazer bem.

Através de uma excelente explicação sobre o funcionamento do Ohana By Naz, ficamos a saber que o buffet funciona durante a semana entre o meio dia e as 15 horas e oferece sempre iguarias de uma parte diferente do mundo oriental. Naquele dia, a comida indiana apresenta-se com um cheiro inconfundível a caril, cúrcuma e outras especiarias que dão textura e sabor aos legumes, à sopa, ao falafel, ao tofu e às chamuças que aguardam na mesa. Queremos provar de tudo.

 

ohanabynazsopa.JPG

 

Para acompanhar os pratos, podemos escolher um chá marroquino, sumo de ananás com curcuma e pêra ou sumo de maçã, beterraba e limão. 

Aqui por casa, adoramos comida indiana, por isso, sempre que descobrimos um lugar que a saiba cozinhar ficamos desde logo fãs. Conquistados pelo estômago, o que nos leva a querer regressar a este espaço é o sentimento de estar em casa: ohana significa família e é nesse valor que assenta o restaurante. Por isso, é impossível não estarmos à vontade para fazer perguntas, conversar com quem nos preparou o almoço e desfrutar do mundo inteiro que cabe lá dentro. Nas paredes, há candeeiros marroquinos, mandalas pintadas à mão, cestos de inspiração africana e muitas, muitas cores. 

 

ohanabynazprato.JPG

 

Só tivemos pena de não ter conhecido a impulsionadora desta ideia, pois acreditamos que é daquelas pessoas com quem adoraríamos conversar. Talvez no próximo almoço.

1 comentário

Comentar post

Sigam-me

Mais sobre mim

foto do autor

INSTAGRAM

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.