Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Joana

um mundo cheio de histórias para contar

Joana

um mundo cheio de histórias para contar

21
Out16

Um Outono Perfeito em Londres

Joana Santos
Já o disse e volto a repetir as vezes que forem precisas: adoro o Outono e adoro passá-lo em Londres. É certo que o Outono aqui é muito mais frio do que em Portugal, mas, ao mesmo tempo, acaba por ser mais acolhedor: podemos passar os dias em cafés bonitos, tal como vos contei aqui, a beber café, chá ou chocolate quente, podemos beber vinho quente numa feira de Outono, podemos ler um livro junto à lareira numa livraria antiga ou podemos caminhar por cima de folhas amareladas e estaladiças num dos mil parques gigantes de Londres. 


Os parques são a minha opção preferida. Há uma mistura de cores mágica criada pelas tonalidades das árvores. Há esquilos. Há renas. Há lagos onde vemos o nosso reflexo. Há uma vontade de estar em comunhão com a natureza e de nos deixarmos abraçar por ela. 
E, como eu sou maluca por fazer listas, claro que tenho uma lista de parques a visitar nesta época. Durante o ano passado, consegui explorar os mais conhecidos: St. James's Park, Green Park, Greenwich Park , Regents Park , Kensington Gardens e Hyde Park, por exemplo.


De todos eles, o meu preferido continua a ser o gigantesco Hyde Park. Tudo graças ao lago que se encontra no meio do parque, The Serpentine, e que, nesta época, se enche de cisnes brancos. Aqui há também um café bastante acolhedor, que nos permite apreciar a vista do parque. Podemos ainda andar de patins pelas muitas estradas próprias para tal que por lá existem e dali a Kensington Gardens é só um pequeno saltinho. 
Este ano, acrescentei à lista duas pérolas de Londres: Kew Gardens e Richmond Park. O primeiro já existe há mais de 250 anos e diz quem já lá esteve que alguns dos jardins nos fazem recuar uns bons anos no tempo, pois são verdadeiras obras de arte da época vitoriana. O segundo é a casa de mais de 600 renas e uma data de outros animais difíceis de observar noutros lugares. 


Ambos os lugares, fazem parte da National Trust, uma organização que protege os parques, monumentos, reservas naturais e outros lugares especiais no Reino Unido. Para os membros desta organização, as entradas em todos os lugares dos parques e jardins são grátis. E não custa quase nada ser um membro da National Trust: por 30 libras ao ano, temos acesso a uma lista interminável de lugares maravilhosos e lindíssimos por toda a Inglaterra, Escócia e País de Gales. Além disso, temos ainda acesso ao Passaporte National Trust e podemos carimbá-lo por cada lugar que passarmos. 
Ainda não sou um membro, mas conheci a organização através da Soraia (podem acompanhar as viagens dela aqui e aqui) e quero muito aderir em Janeiro, para começar a visitar todos os lugares abrangidos pelo passaporte logo no início do próximo ano. 
Depois, é esperarem pelas histórias dos lugares aqui pelo blogue, porque, claro, quero fazer-vos viajar comigo!
 Com amor,
Joana

13 comentários

Comentar post

Pág. 1/2

Sigam-me

Mais sobre mim

foto do autor

INSTAGRAM

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.