Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Joana

um mundo cheio de histórias para contar

Joana

um mundo cheio de histórias para contar

24
Out16

Uma Casa Horripilante

Joana Santos
Este fim de semana festejámos o nosso primeiro mês na casa nova. Foi um mês de muito trabalho em que passámos pouco tempo a aproveitar, de facto, a casa. Por isso, este domingo combinámos não sair do nosso cantinho e arranjar actividades divertidas para comemorar. 
Grande parte do dia foi passado em frente à televisão: vimos New Girl, How to Get Away With Murder e How I Met Your Mother, enquanto molhámos as maravilhosas bolachinhas bourbon no café. Os vídeos dos Pequenos Monstros (especialmente este) também nos ocuparam a tarde. Depois, marcámos uma viagem a Oxford, preparámos a nossa viagem a Birmingham e comprámos os bilhetes para ir andar de patins no gelo (yey!). 
Mas nada foi tão divertido quanto decorar a casa para o Halloween
Como contei aqui, estou mesmo entusiasmada para viver esta época assustadora do ano em Londres. Por isso, o Gui comprou uma abóbora e, ontem, divertimo-nos a desenhar uma cara de monstro nela. (Obrigada, Youtube, por existires e nos ajudares nesta tarefa!). Julguei que fosse mais difícil, mas, na verdade, basta utilizar uma caneta para desenhar a cara, uma faca bem afiada para cortar a casca e uma colher para retirar o interior da abóbora. Depois, pode-se colocar um balão com uma luz LED lá dentro (uma daquelas pequeninas que costumam dar nos festivais, por exemplo) para iluminar a abóbora horripilante. 







Comprámos ainda, na Wilco, uma toalha de mesa laranja com formigas e aranhas e duas fitas decorativas para as paredes: uma com morcegos e outra com fantasmas
Adoro ver a casa como está agora: está super divertida e, como a nossa sala está decorada em tons de castanho, preto e laranja, as decorações de Halloween assentam-lhe na perfeição. E, claro, não foi preciso gastar muito dinheiro nem desperdiçar muitos materiais.



Ontem, depois de as decorações estarem concluídas, decidimos fazer um brunch saudável: houve pão rye e salmão fumado, salada, banana com Nutella e, para acompanhar, chá servido no nosso novo bule (obrigada, mãe do Gui!). 




Mas, claro, não nos ficámos por aqui. Encomendámos uns fatos de Halloween pela Internet, para usar na festa a que vamos na próxima sexta-feira. Ontem, foi também o dia de experimentar esses fatos (são muito giros, mas ainda não vos podemos mostrar!) e decidir qual é a maquilhagem que vamos utilizar. 
O fim de semana serviu para recarregar baterias e para me relembrar do quão divertido pode ser este tipo de coisas tão simples: nem sempre é preciso jantares em restaurantes, passeios por lugares maravilhosos ou actividades fora de casa. Não é preciso correr de um lado para o outro e encher a agenda de planos mirabolantes que nos obrigam a atravessar a cidade no meio da multidão e a contar os minutos que temos para chegar ao ponto a que queremos chegar. Na maior parte das vezes, basta as nossas quatro paredes e um bocadinho de imaginação para aproveitarmos a companhia das pessoas com quem partilhamos a nossa vida. O amor é assim: simples.

Com amor,
Joana

9 comentários

Comentar post

Sigam-me

Mais sobre mim

foto do autor

INSTAGRAM

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.