Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Joana

um mundo cheio de histórias para contar

Joana

um mundo cheio de histórias para contar

26
Dez16

Vamos ser três cá em casa!

Joana Santos
Não sei se sabem, ou se já contei por aqui, mas, quando eu e o Gui decidimos viver sozinhos, combinámos que a nossa casa teria de ter um nome. Pouco tempo depois encontrámos a casa ideal para nós e, antes de nos mudarmos, fomos a Cardiff visitar uns amigos. Foi lá que comprámos a primeira peça de decoração para a casa, naquela altura ainda sem nome: um quadro pequenino com um gato cheio de estilo. Ora, assim, sem mais nem menos, surgiu-nos o nome para o nosso cantinho: A Casa do Gato. Ambos adoramos estes animaizinhos, que, para nós, simbolizam paz e boa energia. E, como é assim que vemos a nossa casa também, compreendemos que não havia nome que lhe assentasse melhor. Tudo passou a girar à volta de gatos: quase todas as divisões da casa têm um gato, seja de peluche ou em papel. E toda a gente trata a nossa casa pelo seu nome. Só falta mesmo o quê? O gato verdadeiro. Daqueles que se roçam nas nossas pernas quando querem miminhos e ronronam quando lhes fazemos festinhas. Pois é. Graças ao Gui, o melhor namorado do mundo inteiro, a presença deste bichinho na nossa vida vai ser real. VAMOS TER UM GATINHO. Depois do jantar de Natal, na casa dos nossos amigos, voltámos para A Casa do Gato para abrir os presentes. O Gui foi o primeiro a descobrir o que lhe tinha calhado este Natal (hei-de fazer uma publicação sobre isso!). Depois foi a minha vez: à minha frente tinha uma caixa gigansteca. Quando comecei a desembrulhá-la, vi que era uma caixa para transportar gatos. E percebi logo o que é que o Gui andava a aprontar. Passei o resto da noite abraçada à caixa e, ontem, quando acordei, lembrei-me do meu presente e enchi o Gui de beijinhos: ele é a melhor pessoa do mundo e dá-me os melhores presentes do universo. Liguei logo à minha mãe, dizendo-lhe que ela vai ter um neto. A minha mãe entrou em pânico, deram-lhe logo os calores e eu e o Gui não conseguimos parar de rir durante toda a chamada. Quando lhe contámos que era um gato, foi a risada geral, em Londres e em Lisboa. Hoje, fomos comprar brinquedos, uma mantinha, a caixa de areia e comida para gatinhos. Amanhã, em princípio, o nosso bichinho já dorme connosco. E não podiamos estar mais felizes

O quadro que comprámos em Cardiff


Quem é que, por aqui, também tem um gato? Precisamos de dicas.

(PS: Temos descoberto tantas diferenças entre adoptar um gato aqui e em Portugal. Em breve, falarei sobre isso aque pelo blogue.)

Com amor,
Joana

10 comentários

Comentar post

Sigam-me

Mais sobre mim

foto do autor

INSTAGRAM

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.